Viagem


A procura de um destino interessante para o Carnaval ou mesmo para um feriado prolongado?
O Chile tem uma infinidade de alternativas para os mais diferentes gostos.

O post de hoje é um recomendação infalível – Pucón.
Estive por lá em Janeiro de 2007. Depois disso, 3 grupos de amigos seguiram as dicas e, pelo que consta, adoraram. Não sei quando, mas ainda voltarei!

Localizada a 780Km da capital Santiago, na província de Cautin (região da Araucania) zona dos Mapuches, a pequena cidade é o destino não só de chilenos em tempos de férias, como também muitos europeus (que pude confirmar na minha estadia). A quilometragem assusta a principio, porém o trajeto pode ser feito de avião (aprox. 1 hora de Santiago) ou ônibus, que completa o percurso em uma noite bem dormida nos confortáveis ônibus da Turbus. Parece mentira, mas a estrada é uma reta constante o que faz a viagem ser muito tranquila mesmo.

Opções de estadia são muitas e para todos os bolsos. Das atraentes cabanas espalhadas pela margem do lago Villarica, passando por hotéis e pousadas. Esta ultima opção foi uma daquelas sortes de principiantes. Achei as cegas uma pousada, aparentemente bem localizada e arrisquei. Geronimo foi o tiro mais certo! Excelente custo x beneficio. Bom preço, atendimento impecável, quartos limpos e confortáveis e perto de tudo (o que não é muito difícil em Pucón).

Uma vez alojados, fomos buscar o que fazer…
40 minutos são suficientes para conhecer, caminhando, todo o povoado e ter uma idéia geral.
Bons restaurantes servindo comida típica (Choclos, Lomo a lo pobre, empanadas e afins) sempre acompanhado de um bom vinho nacional!

Pucon-Villarica

Um companheiro constante em qualquer atividade em Pucón é o sempre presente Vulcão Villarica. Sendo um dos mais ativos no Chile, o vulcão que deixa um rastro constante de fumaça é monitorado pelas autoridades locais que apresentam um semáforo no centro da cidade indicando seu nível de atividade.

Wakeboard, vela, canoagem, canopi, arvorismo, mountain-bike, etc… calor ou frio…

Sempre há o que fazer.

Pucon - Parque Nacional Huerquehue

Uma caminhada ecológica no Parque Nacional Huerquehue (35Km do centro) pode tomar todo um dia, mas a vista dos lagos e da cascata principal (Nido de Aguila)  que se escondem nessa imensa reserva de 12.500 hectares compensam. O passeio é mais indicado para o verão, mas li alguns relatos de passeios no inverno também. (Não esqueça sua água e algo para comer)

Se o preparo físico permitir, um segundo dia deve ser reservado para a subida ao grande vulcão.
Um passeio especial e conforme as condições climáticas um tanto difícil, é pura aventura!

Pucon - subida Villarica

4 horas de subida e 1 de descida, valem todo o passeio! A vista é incrível, mas o cheiro de enxofre é terrível! Brincadeiras a parte, o passeio pode ser uma mega expedição para os despreparados ou um lindo passeio para os ironmen. O passeio deve ser monitorado por guias preparados que oferecem seus serviços nas diversas agencias no centro da cidade.

Cansado? A dica então é botar os pés (e tudo mais o que quiser) de molho nas águas quentes nas Termas Geométricas!
Coisa de 3ª idade? Também tinha essa idéia antes de conhecer!

Pucon - Termas Geometricas

O absoluto bom gosto dos proprietários tornou o lugar agradável e bonito ao mesmo tempo. Um total de 20 piscinas de pedras com diferentes temperaturas espalhados por uma garganta natural rochosa e ligadas por passarelas de madeira, fazem você esquecer da vida! 100% ecológicos, sem energia elétrica, bombas ou qualquer outro artifício tecnológico, vale cada centavo, inclusive o lanchinho na cabana principal pra fechar o dia… Certeza que vai chegar na pousada e aquele cochilo vira a noite fácil…!

Faça as malas e boa viagem!

Anúncios

Whole Foods by syracuse.com

Conforme prometido em um post anterior, hoje vou falar um pouco sobre a onda de orgânicos norte-americana impulsionada pela gigante Whole Foods.

Nascida em Austin no Texas, esse hipermercado vem fazendo sucesso não só entre os hype-chics americanos (e ingleses), mas em toda classe media um pouco mais instruída.

Com a bandeira dos orgânicos estendida, mesmo que ainda se veja muitas SUV’s e esportivos ultra-poluidores estacionados do lado de fora, suas lojas tem uma enorme oferta das maisvariadas categorias de orgânicos (verduras, frutas, grãos, padaria, bebidas, etc).

WholeFoods Verduras by aacavaleiro

Recentemente li uma noticia que um grupo de produtores brasileiros (Projeto OrganicsBrasil)teriam firmado um contrato de fornecimento de produtos tupiniquins para as lojas da região oeste dos EUA.

Sempre que estou para aqueles lados, procuro saber se existe alguma loja delas por perto. E até hoje, meus destinos não falharam.

Alem de um ótimo passeio…. volto sempre com alguma coisa de lá na mala (principalmente temperos), uma boa opção é seu famoso buffet multicultural – uma excelente alternativa no mundo do trash-food.

Whole Foods Cold Bar - by hamakuasprings.com

Apesar de um preço um pouco salgado para um self-service (aprox USD8.00 por libra), vale a pena! Mesmo comendo em bandejas de papelão reciclável (é possível optar por um prato convencional também….) o sabor compensa.

Na onda da Whole Foods, um famoso chef americano Emeril Lagasse apresenta um programa que chega ao Brasil através do canal a cabo Discovery Home & Health .

WholeFoods - Ultimas Compras

Em todos os capítulos o chef prepara suas receitas dentro de alguma loja da Whole Foods e somente com ingredientes orgânicos. Ainda não arrisquei nenhuma das suas receitas, mas garanto postar algo quando tentar…

Saúde!

A TripAdvisor, site americano referencia em assuntos de viagem, seja de negocios ou turismo, esta pedindo ajuda aos internautas para identificar o perfil do pior companheiro de assento.

Seat-Mate

Apesar do apelo comico, eu levo a serio o tema.
Minha estrategia, que sempre funciona, e’ colocar meus fones (noise reduction) antes mesmo da decolagem, desligando somente nos ultimos 20 minutos, no procesimento de pouso….

A KLM anunciou na ultima semana o lançamento de uma nova classe para vôos intercontinentais, nas aeronaves azuis e brancas da linha aérea holandesa.

Segundo o anuncio a nova classe oferece espaço extra para as pernas (até 86-89 cm/34-35 pol.) e assentos mais reclináveis (15-18 cm/6-7 pol.). Além do mais, a área está localizada na parte da frente da aeronave, proporcionando vantagem no desembarque.

EconomyComfort

O preço de um assento na área Economy Comfort é de EUR 80 a EUR 150 por vôo, dependendo da duração do vôo. Os usuários freqüentes (Flying Blue) Platinum podem reservar um assento na Economy Comfort gratuitamente.

Os associados Flying Blue Gold recebem um desconto de 50% e os associados Flying Blue Silver pagam 25% a menos.

Esta tem sida a tendência de algumas Cias Aéreas para vôos longos. Basta saber se todas irão praticar uma política de preços razoável e acessível.

Pra quem enfrenta a rotina de viagens de negócios constantes, aprender a arrumar a mala de forma pratica e eficiente ajuda muito a evitar imprevistos, economizar tempo e deixar o foco para os negócios.

Com o tempo, ganha-se um pouco de know-how e o preparo da viagem torna-se quase automático.

Depois de algum tempo nessa vida, dedico alguns minutos aqui para passar algumas dicas tentando ajudar quem esteja iniciando no esporte.

Meu objetivo é sempre tornar a viagem em si o mais simples possível, evitando dores de cabeça, atrasos etc. Porém, devemos sempre considerar alguns pontos da característica da viagem para poder prepará-la da melhor forma.

Os itens podem variar um pouco: quantidade de dias; distância/tempo de vôo; formalidade (reuniões/cliente/trabalho interno/etc.).

Eu particularmente procuro sempre que possível, fazer as viagens mais curtas possível, o menos formal e em lugares mais próximos de casa (menor tempo de vôo).

Mesmo sabendo que essa combinação não é sempre possível, vou considerar um exemplo mais prático com as seguintes características: 3 dias (incluindo ida e volta), distância curta (aprox. 3 horas de vôo), formalidade intermediária (trabalho interno + 1 reunião com cliente).

Com essa configuração, comporia minha mala da seguinte forma: 1 terno, 3 camisas (considerando a da viagem de ida), 1 calça e 1 casaco ou blusa (para jantares e vôo de volta), 2 gravatas, 1 sapato (versátil para ida, trabalho e volta).

Isso sem contar com os itens de higiene (considerando as regras de embarque de líquidos e afins), roupas íntimas, pijama, etc… Com essa composição, uma mala de bordo tem o tamanho exato da praticidade.

Imagine que ótimo:
– poder fazer seu check-in online, chegando 2 horas antes do vôo (as vezes menos)!
– não ter que ficar na espera sem fim , pela mala na esteira! (correndo o risco de não encontrá-la…)
– diminuir a quase zero a chance de ser barrado para uma revisão pela polícia de aduana local!
– tudo isso se repetir no vôo de volta…..!

Pra quem viaja muito, estas etapas são realmente muito estressantes e vale a pena um esforço para evitá-las.

O preparo

Bastante difundidas na internet, existem algumas técnicas para a dobra de roupas, para evitar que as roupas fiquem amarrotadas ao chegar no destino.

No link a seguir OneBag.com, retirado do site OneBag.com, existe uma receita boa, que pode ser utilizada até para um numero superior de itens, aumentando as camadas do sanduíche.

Não entrarei no detalhe da mala de trabalho que pode variar de acordo com a função e área de atuação do viajante, mas vale destacar itens como carregadores e adaptadores, que costumam ser esquecidos e se tornam uma pedra bem grande no nosso sapato, caso sejam esquecidos. Isso sem falar em documentos e dinheiro (cartões, etc.).

Prometo preparar no futuro breve um post analisando as malas de trabalho e os gadgets que nos salvam em algumas situações de viagem.

Para terminar ainda vale destacar algumas estratégias para deixar a viagem em um pouco mais confortável, sem prejudicar os outros pontos destacadas até aqui.

Voar na manha do primeiro dia (dos 3 previstos) nos permite embarcar de terno, camisa e sem gravata (que não é nada confortável e desnecessária caso não esteja viajando no jato particular do chefe – com ele junto).

Algumas Cias Aéreas, com um pouco de boa vontade, permitem que você pendure seu paletó numa área especifica, evitando que ele chegue com cara de jaqueta de motoqueiro justo no primeiro dia!
Ao chegar no destino, é só preparar a gravata e tudo pronto pro primeiro dia.

Na volta, procuro sempre que possível, utilizar uma roupa menos formal (sem terno), porem quando isso não é necessário, uso aquele tempo entre check-in e embarque pra tirar a fantasia, no banheiro de um lounge ou mesmo no banheiro da área de embarque, e voltar um pouco mais confortável pra casa.

Boa viagem!
FreeTimeCafe