A procura de um destino interessante para o Carnaval ou mesmo para um feriado prolongado?
O Chile tem uma infinidade de alternativas para os mais diferentes gostos.

O post de hoje é um recomendação infalível – Pucón.
Estive por lá em Janeiro de 2007. Depois disso, 3 grupos de amigos seguiram as dicas e, pelo que consta, adoraram. Não sei quando, mas ainda voltarei!

Localizada a 780Km da capital Santiago, na província de Cautin (região da Araucania) zona dos Mapuches, a pequena cidade é o destino não só de chilenos em tempos de férias, como também muitos europeus (que pude confirmar na minha estadia). A quilometragem assusta a principio, porém o trajeto pode ser feito de avião (aprox. 1 hora de Santiago) ou ônibus, que completa o percurso em uma noite bem dormida nos confortáveis ônibus da Turbus. Parece mentira, mas a estrada é uma reta constante o que faz a viagem ser muito tranquila mesmo.

Opções de estadia são muitas e para todos os bolsos. Das atraentes cabanas espalhadas pela margem do lago Villarica, passando por hotéis e pousadas. Esta ultima opção foi uma daquelas sortes de principiantes. Achei as cegas uma pousada, aparentemente bem localizada e arrisquei. Geronimo foi o tiro mais certo! Excelente custo x beneficio. Bom preço, atendimento impecável, quartos limpos e confortáveis e perto de tudo (o que não é muito difícil em Pucón).

Uma vez alojados, fomos buscar o que fazer…
40 minutos são suficientes para conhecer, caminhando, todo o povoado e ter uma idéia geral.
Bons restaurantes servindo comida típica (Choclos, Lomo a lo pobre, empanadas e afins) sempre acompanhado de um bom vinho nacional!

Pucon-Villarica

Um companheiro constante em qualquer atividade em Pucón é o sempre presente Vulcão Villarica. Sendo um dos mais ativos no Chile, o vulcão que deixa um rastro constante de fumaça é monitorado pelas autoridades locais que apresentam um semáforo no centro da cidade indicando seu nível de atividade.

Wakeboard, vela, canoagem, canopi, arvorismo, mountain-bike, etc… calor ou frio…

Sempre há o que fazer.

Pucon - Parque Nacional Huerquehue

Uma caminhada ecológica no Parque Nacional Huerquehue (35Km do centro) pode tomar todo um dia, mas a vista dos lagos e da cascata principal (Nido de Aguila)  que se escondem nessa imensa reserva de 12.500 hectares compensam. O passeio é mais indicado para o verão, mas li alguns relatos de passeios no inverno também. (Não esqueça sua água e algo para comer)

Se o preparo físico permitir, um segundo dia deve ser reservado para a subida ao grande vulcão.
Um passeio especial e conforme as condições climáticas um tanto difícil, é pura aventura!

Pucon - subida Villarica

4 horas de subida e 1 de descida, valem todo o passeio! A vista é incrível, mas o cheiro de enxofre é terrível! Brincadeiras a parte, o passeio pode ser uma mega expedição para os despreparados ou um lindo passeio para os ironmen. O passeio deve ser monitorado por guias preparados que oferecem seus serviços nas diversas agencias no centro da cidade.

Cansado? A dica então é botar os pés (e tudo mais o que quiser) de molho nas águas quentes nas Termas Geométricas!
Coisa de 3ª idade? Também tinha essa idéia antes de conhecer!

Pucon - Termas Geometricas

O absoluto bom gosto dos proprietários tornou o lugar agradável e bonito ao mesmo tempo. Um total de 20 piscinas de pedras com diferentes temperaturas espalhados por uma garganta natural rochosa e ligadas por passarelas de madeira, fazem você esquecer da vida! 100% ecológicos, sem energia elétrica, bombas ou qualquer outro artifício tecnológico, vale cada centavo, inclusive o lanchinho na cabana principal pra fechar o dia… Certeza que vai chegar na pousada e aquele cochilo vira a noite fácil…!

Faça as malas e boa viagem!